sábado, 31 de maio de 2014

Qual foi o pecado de Adão e Eva?

Essa semana foi postado um vídeo com uma cena da novela "Em família" da Rede Globo, que pode ser visto aqui, em que uma das atrizes exibe uma cobra e dialoga com suas amigas sobre a serpente. Ela começa dizendo que a cobra é uma "entidade divina" e que devemos a ela "o milagre da vida". Prossegue dizendo que "se não fosse a serpente, Adão e Eva ainda estariam no paraíso, mortos de tédio, sem saber nada de sexo". Além de blasfêmia, a desinformação foi gritante, pois nota-se que o autor da novela não tem um pingo de noção bíblica (ou fez de propósito). Eis que surge a pergunta: O pecado de Adão e Eva foi ter praticado sexo? Bom, vamos ao texto bíblico: 
"E disse Adão: Esta é agora osso dos meus ossos, e carne da minha carne; esta será chamada mulher, porquanto do homem foi tomada.Portanto deixará o homem o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne." (Gênesis 2:23-24)

Não existe nenhuma proibição ao sexo pelo Senhor. Muito pelo contrário. Deus orienta ao homem e a mulher serem uma só carne. Quando um homem se casa com uma mulher, após passar pela cerimônia civil e religiosa, os noivos vão para a lua de mel para "consumarem" o casamento, ou seja, só estão de fato casados após a relação sexual, ou tornarem-se uma "só carne". O sexo foi instituído por Deus e deve ser praticado dentro de um contexto marital e entre um homem e uma mulher. O que é mais engraçado é que o próprio Deus, através do Apóstolo Paulo exorta aos casados a não ficarem muito tempo sem fazer sexo, para que não sejam tentados pela abstinência. Confere comigo:
"Não vos negueis um ao outro, senão de comum acordo por algum tempo, a fim de vos aplicardes à oração e depois vos ajuntardes outra vez, para que Satanás não vos tente pela vossa incontinência."(1 Coríntios 7:5)
Se lermos o Livro de Cantares, veremos claramente uma demostração da importância da relação sexual entre os cônjuges e como isso é louvável diante de Deus. O Senhor quer que desfrutemos da nossa sexualidade, tendo prazer e dando prazer ao nosso cônjuge vivendo a plenitude do casamento.
"Os teus lábios são como um fio de escarlate, e a tua boca é formosa; as tuas faces são como as metades de uma romã por detrás do teu véu.O teu pescoço é como a torre de Davi, edificada para sala de armas; no qual pendem mil broquéis, todos escudos de guerreiros valentes.Os teus seios são como dois filhos gêmeos da gazela, que se apascentam entre os lírios." (Cânticos 4:3-5 ).
Vemos o elogio do noivo pela sua noiva, alusão a sua beleza e sensualidade, culminando com o ato sexual em si, onde a noiva, que antes era um jardim fechado, mas agora estava aberta para o seu noivo:

"Levanta-te, vento norte, e vem tu, vento sul; assopra no meu jardim, espalha os seus aromas. Entre o meu amado no seu jardim, e coma os seus frutos excelentes!" (Cânticos 4:16)

Vemos claramente que o texto Bíblico jamais proibiu a relação sexual, desde que praticado dentro dos parâmetros do casamento. O conceito do pecado do sexo, existia entre os gnósticos e ganhou força durante a Idade Média, onde a abstinência sexual era visto como um caminho para se atingir a santidade. O pecado do primeiro casal não foi ter feito sexo, e nem terem comido a maçã, como muitos erradamente deduzem, mas foi desobedecerem uma ordem expressa do Senhor Deus, conforme a Palavra testifica:
"E ordenou o Senhor Deus ao homem, dizendo: De toda a árvore do jardim comerás livremente,Mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás." (Gênesis 2:16-17).
O homem desconsiderou a advertência Divina para ouvir sua mulher, comendo do fruto que Deus disse para que se abstivessem, abandonando sua liderança e cedendo aos desejos de sua esposa. A mulher pecou porque agiu independente de seu marido, desprezando sua liderança, o conselho e a proteção dele. O que a serpente fez, foi justamente enganar Eva, plantando a dúvida no seu coração para que ela desobedecesse à Deus.

Mas quem é de fato serpente. João tem a resposta:
"Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e o amarrou por mil anos."(Apocalipse 20:2)
Não se deixe enganar querido leitor, a serpente ainda continua seduzindo os incautos e se transfigurando em anjo de luz (2 Coríntios 11.14)

Prof Saulo Nogueira.
Referência: Bíblia de Estudo MacArthur.