quarta-feira, 23 de julho de 2014

A IURD quer costurar o véu que Jesus rasgou.

No próximo dia 31 de Julho, será a inauguração do grande "templo de Salomão", na cidade de São Paulo e a igreja Universal do Reino de Deus divulgou um vídeo falando sobre as regras para poder entrar no Santuário. O bispo Renato Cardoso, genro do bispo Edir Macedo, aparece no vídeo narrando as regras e avisando aos visitantes do Templo que todos serão revistados na porta e que não serão permitidos máquinas fotográficas, celulares, tablets e outros aparelhos eletrônicos que registrem imagem ou áudio. A revista também vai barrar objetos cortantes e outros utensílios que podem ser usados como arma. Segundo ele, o objetivo é preservar o templo e a integridades de seus visitantes. Nesse primeiro momento, só poderão entrar no Templo de Salomão os participantes das caravanas vindas dos cenáculos da IURD espalhados pelo país, onde todos os Iurdianos  receberão uma credencial com a data exata da visita e terão que chegar com 45 minutos de antecedência para o culto, faltando 15 minutos para iniciar a reunião as portas serão fechadas e ninguém mais poderá entrar.
     No vídeo o bispo Renato Cardoso reforça sobre as vestimentas, dizendo que pessoas vestidas com decotes, roupas curtas, bermudas, bonés, camisetas com dizeres comerciais, políticos ou esportivos serão impedidas de entrar na megaigreja. Bom, até aí tudo bem, pois em relação as vestimentas e como se portar no Templo (lugar de adoração), isso deveria ser observado em qualquer culto cristão. O grande problema é que a Universal quer costurar o véu, que Jesus Cristo rasgou, conforme nos diz o livro de Hebreus:
"Pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou, pelo véu, isto é, pela sua carne,E tendo um grande sacerdote sobre a casa de Deus," (Hebreus 10:20-21) (cf. Mt. 27.51)
A IURD está restaurando o que Jesus rasgou, o véu do Templo.
      No próprio vídeo acima, percebemos que no finalzinho aparece um grande véu na frente do púlpito, onde com certeza, atrás desse véu estará a imponente "Arca da Aliança", representando a "presença de Deus" e os "sacerdotes", prontos para os mais variados sacrifícios financeiros. O próprio Líder dessa Seita, o bispo Edir Macedo, já está com sua "barba de molho", só esperando para começar seus trabalhos. Além disso os pastores serão chamados de Levitas, além de Menorah, óleo consagrado, Shofares e outras usurpações do culto no Antigo Testamento. 
     Além de ser uma clara usurpação da fé dos Judeus, a IURD deixa bem claro que o seu templo não é apenas mais uma de suas Mega igrejas, mas de fato esse é o verdadeiro Templo de Salomão, pois fica bem explícito no vídeo essa intenção, já no início quando ele diz que as pessoas deverão se vestir como se fossem encontrar com o próprio Deus, fazendo uma clara alusão ao texto de 2Cr. 7.12-22, 
"... o Templo de Salomão é a casa de Deus. O Próprio Deus chamou o Templo de a Minha Casa".
     Fazendo uma ligação com o texto de de 2 Crônicas, o bispo Renato tenta fraudar o texto original, fazendo parecer que o texto faz referência ao atual Templo, construído no Bráz, demonstrando sua grande desonestidade exegética. O pastor e teólogo Bruno dos Santos cita: "8 RAZÕES PORQUE NÃO IREI AO TEMPLO DE SALOMÃO DA IURD!"
      "Pela grandiosidade, este templo é mais uma obra faraônica do que cristã, porém existem alguns motivos que me levam a crer que estamos diante de um problema para a fé evangélica. Por que acredito que este templo não pode glorificar a Deus? Algumas objeções:"
1 – As pessoas vão cultuar espaços físicos no lugar de Deus.
2 – Haverá peregrinações como se fosse um lugar sagrado.
3 – Se criará mais um fomento do mercado religioso brasileiro.
4 – Voltar a “adorar” a simbologia do Antigo Testamento é um retrocesso da fé cristã.
5 – Apesar da afirmação “Feito para a glória de Deus”, o templo de Salomão não servirá ao pobre, à viúva, ao necessitado, ao desalojado e ao órfão, mas todas as pessoas servirão o templo e sustentarão seus gastos.
6 – Deus não está em templos feitos por mãos humanas, mas habita em pessoas através do seu Espírito. Os cristãos são o verdadeiro templo do Espírito de Deus. (At 17:24)
7 – A obra abrigará a tumba da família MACEDO.
8 – Por último deixo a opinião deste rabino do Temple Institute, em relação ao Templo de Salomão, uma usurpação à fé alheia. Vejam:
      O que esses pastores estão precisando é parar de bobagens e começar a ler a Bíblia, a Palavra de Deus, para compreenderem um pouco mais á respeito da simplicidade do Evangelho.
"Vocês não sabem que são santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vocês?Se alguém destruir o santuário de Deus, Deus o destruirá; pois o santuário de Deus, que são vocês, é sagrado." (1 Coríntios 3:16-17 ) (NVI)    
"Nossos antepassados adoraram neste monte, mas vocês, judeus, dizem que Jerusalém é o lugar onde se deve adorar". Jesus declarou: "Creia em mim, mulher: está próxima a hora em que vocês não adorarão o Pai nem neste monte, nem em Jerusalém. Vocês, samaritanos, adoram o que não conhecem; nós adoramos o que conhecemos, pois a salvação vem dos judeus. No entanto, está chegando a hora, e de fato já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade. São estes os adoradores que o Pai procura. Deus é espírito, e é necessário que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade". (João 4:20-24) (NVI)
"O Deus que fez o mundo e tudo o que nele há é o Senhor do céu e da terra, e não habita em santuários feitos por mãos humanas. Ele não é servido por mãos de homens, como se necessitasse de algo, porque ele mesmo dá a todos a vida, o fôlego e as demais coisas." (Atos 17:24-25) (NVI)

     "Edir Macedo está explorando uma doutrina chamada “Templocentrismo”. Onde o conceito de adoração à uma divindade está relacionada apenas com o templo físico, assim como se fazia no Egito antigo e em outras religiões e culturas politeístas. Devemos lembrar que o templo era destinado apenas para atos religiosos e sacrifícios, e administrado pelo sumo sacerdote. Já as sinagogas eram várias, e eram destinadas à oração, ensino, leitura da Palavra, e interpretação do Velho Testamento. Muito mais parecido com qualquer igreja séria de nossos dias."

     Além disso o próprio Jesus repudiou veementemente os Judeus do seu tempo, por transformarem o Templo que Deus permitiu que Salomão construísse, em um centro religioso, que valorizava mais uma religiosidade vazia do que a misericórdia e o amor, transformando a espiritualidade do povo em comércio, exatamente como faz a IURD. Jesus em momento algum faz referência ao Templo de sua época, como primordial para a fé que estava sendo difundida por ele, a saber o cristianismo, mas ao contrário disse: 
"Eu lhes digo que aqui está o que é maior do que o templo. (Mateus 12:6) e posteriormente, após seus discípulos lhe mostrarem a grandiosidade do Templo reformado por Herodes, Ele disse:
"Vocês estão vendo tudo isto? ", perguntou ele. "Eu lhes garanto que não ficará aqui pedra sobre pedra; serão todas derrubadas".(Mateus 24:2)
      "Jesus revolucionou conceitos e padrões impostos pela interpretação da Lei e o rigor religioso judaico. Jesus usava as sinagogas, mas também os campos e os montes. Ele jamais impôs um lugar apropriado para adorar a Deus. Por isso temos a liberdade de adorarmos o Senhor num templo ou mesmo em nossos lares. Em uma fazenda ou dentro da mais humilde e simples igreja construída. Jesus não aprovou um lugar específico. Por isso podemos ser discípulos de Jesus onde estivermos.

    Jesus aboliu qualquer templocentrismo. A atitude de Macedo reforça novamente o rigor das regras, os preceitos duros, os atos religiosos, e os votos pagãos. Podemos notar isso dentro do próprio esquema proposto pelo Templo de Salomão em São Paulo.

1. Edir Macedo juntamente com outros pastores faz o “voto” de não cortar a barba até a conclusão das obras.
2. Existe uma série de regras para adentrar o Templo da Universal, fazendo assim acepção de pessoas.
3. O lugar é considerado sagrado e deve ser adorado. Esta idéia esta baseada nos “pontos de contato”, doutrina difundida por Edir Macedo, em que a pessoa usa um utensílio físico para aumentar a sua fé.
4. O investimento levantado para a construção do lugar exigirá um retorno deste recurso, a ênfase deste templo será a exploração financeira e o marketing  para a IURD."
5. Não existe em toda a construção qualquer símbolo relacionado com o Novo Testamento, apenas com o Velho Testamento. A menorá, a arca da aliança, etc...Um retorno ou retrocesso à Lei."

     Jesus valorizava a verdadeira fé, que não dependia mais do Templo, (tanto é que Jesus profetizou sua destruição pelos romanos no ano 70 d.C.), nem de sacrifícios, mas baseada no Amor e na Misericórdia.

      Diante do exposto, devemos orar à Deus que abra os olhos da liderança dessa denominação dita cristã, para que eles se lembrem de onde caíram e voltem á pratica do Verdadeiro Evangelho do Nosso Senhor Jesus Cristo.

Professor Saulo Nogueira

Fonte:Gospel PrimeBlog do Bruno