terça-feira, 7 de outubro de 2014

Política e profetadas

Começo meu texto com uma grande advertência do Senhor:      
    "Os teus profetas, ó Israel, são como raposas nos desertos. Não subistes às brechas, nem reparastes o muro para a casa de Israel, para estardes firmes na peleja no dia do Senhor. Viram vaidade e adivinhação mentirosa os que dizem: O Senhor disse; quando o Senhor não os enviou; e fazem que se espere o cumprimento da palavra. Porventura não tivestes visão de vaidade, e não falastes adivinhação mentirosa, quando dissestes: O Senhor diz, sendo que eu tal não falei?" (Ezequiel 13:4-7) 
       Os cristãos que se norteiam pela Palavra de Deus e mantém a sua fidelidade e temor á Ela, ficaram estarrecidos nos últimos dias com a quantidade de profetadas dado por supostos líderes, "apóstolas" ( é meu irmão, é sério, agora tem até apóstola), "pastores" e "pastoras" em relação ás eleições de 2014. Foi um tal de Deus me falou que fulano vai ganhar e vai mudar a história do país, atos proféticos e escândalos envolvendo igrejas e candidatos envolvidos em crime eleitoral como nunca antes na história desse país. Quem começou com as profecias foi o "pastor" Bob Hazlett do Ministério Touch of Fire, que segundo o Site Gospel Prime, pregava na Conferência Dunamis 2011 e trouxe uma revelação. "Como não era ano eleitoral, ela foi pouco comentada até ser lembrada nos últimos meses. O pastor americano contou que teve uma visão sobre a política brasileira, onde via uma mulher sendo controlada por um homem como se fosse marionete. “Ela era sua marionete, e ele falava ‘ela vai fazer o que eu mandar ela fazer’. Mas eu vi então a palavra do Senhor vir como se fosse uma espada que começou a cortar as cordas dessa marionete”, disse Bob. Anunciou também que Deus mudaria o controle da nação, levantando uma mulher “segundo o coração de Deus” que se ajoelha diante de Deus. Sua eleição iria abalar a nação brasileira e levá-la para uma época de prosperidade. Com a morte trágica de Eduardo Campos, Marina sai de vice do terceiro lugar nas pesquisas para candidata que, novamente segundo as pesquisas, poderia vencer no segundo turno. Com isso, o Brasil testemunhou uma “onda Marineira” que influenciou muitos evangélicos. Em meio à campanha, o pastor André Salles, que faz parte do ministério Plenitude do Trono de Deus, em uma entrevista à revista Época, declarou que teve uma revelação divina enquanto orava. Afirmou que via Marina Silva andando por uma trilha de luz. “Vejo o próprio Deus preparando o caminho para ela passar”, asseverou. “O Senhor tem esse propósito para a vida dela, de ser presidente do Brasil”.

     Algumas pessoas tentam argumentar dizendo que muitas vezes a profecia demora um tempo para ocorrer e que Deus no tempo certo irá fazer cumprir sua promessa. Concordo plenamente que o Senhor tem suas formas de agir e o tempo do cumprimento de Sua Palavra é cativo á Sua Soberana vontade. Porém o que vimos sair da boca dos profeteiros de plantão não foi isso. O contexto de suas "profecias" era para essas eleições e movidos por um emocionalismo político, soltaram sua verborragia baseado em uma percepção momentânea da realidade eleitoral do país, dizendo que foi Deus que revelou. Queria ver se a Marina tivesse aparecendo na posição do Pastor Everaldo, se "os profetas" teria falado que ela iria ganhar. 

       Depois veio a auto intitulada "apóstola" Valnice Milhomens, aquela que profetizou a volta de Jesus para um Sábado de 2007. Não acredita? Veja o vídeo. Bom, agora que você já viu o vídeo e constatou o gabarito profético da "apóstola" poderá conferir mais uma profetada furada dela, conforme postagem do Pastor Renato Vargens em seu Blog pessoal:

     "Antes de qualquer coisa é preciso afirmar que entendo que uma grande parte daqueles que votaram em Marina o fizeram por convicção ideológica, o que é justo e absolutamente compreensivo, todavia, é preciso também afirmar que um número significativo de irmãos em Cristo, tomados pela empolgação, resolveram votar na ex-senadora, pelo fato de que alguns pastores afirmaram terem recebido da parte de Deus a revelação de que a candidata do PSB seria a próxima presidente da república. Nessa perspectiva, líderes evangélicos como Valnice Milhomens, afirmaram que a hora do Brasil ter um presidente cristão havia chegado e que Deus havia revelado a ela que Marina era a escolhida para a função. Pois bem, no vídeo abaixo, você poderá de forma efetiva comprovar isso. O vídeo além de conter uma FALSA PROFECIA, contém distorções teológicas das mais absurdas possíveis as quais precisam ser questionadas.

       Prezado irmão, o apóstolo Paulo disse a igreja de Tessalônica quanto a não desprezar  profecias, mas examinar tudo, retendo o que é bom”. (I Tes. 5:20-21) Além disso, Paulo também afirmou que quando profecias fossem dadas a mensagem deveria ser julgada. (I Cor. 14:29.) Pois é, as eleições presidenciais fizeram com que alguns pastores em nome de Deus profetizassem que Marina Silva seria eleita presidente do Brasil. Em nome de Cristo declararam que a ex-senadora venceria o pleito, o que efetivamente não aconteceu. Nessa perspectiva alguns cristãos imbuídos por amor a Cristo, acreditando que a profecia vinha da parte de Senhor, lançaram-se com todas as suas forças na campanha de Marina, o que trouxeram inúmeros transtornos na vida daqueles que tardiamente descobriram que as profecias em questão não eram de origem divina.
Caro leitor, isto posto, afirmo:
  1. Cuidado com aqueles que em nome de Deus dizem "assim diz o Senhor" manipulando o povo de acordo com suas vontades pessoais.
  1. Lembre-se que somos regidos pelas Escrituras e não pela boca de um "profeta", portanto, não pautemos nossas decisões por aquilo que o "pastor" diz, mas sim pela infalível Palavra de Deus.
  1. Julgue tudo que lhe é dito. Não é porque o pastor disse que é de Deus, que você deve concordar com ele. Verifique à luz das Escrituras se aquilo que ele falou possui fundamento bíblico. 
  1. Cuidado com aqueles que em nome de Cristo usam de "profecias" para orientar sua vida. Nós não somos orientados por profecias, revelações, ou palavras de um profeta, antes pelo contrário somos orientados pela Palavra de Deus.
         Por fim, termino este post afirmando que penso que todos aqueles que profetizaram em nome de Deus a eleição de Marina deveriam arrepender-se do seu erro, e vir a público pedindo perdão pelo equivoco cometido. Com tristeza no coração, rogo ao Eterno que ilumine o coração de Valnice como também de tantos pastores que de forma equivoca pecaram contra a santidade de Deus."

Veja o vídeo da falsa profecia da Valnice:


E para terminar, Ana Paula Valadão Corrobora o que disse Valnice em sua oração pela futura presidente:

      Antognoni Misael, colunista no Púlpito Cristão nos traz sua opinião:

     "Já é costume antigo da Lagoinha, seja na pessoa da Ana Paula, do seu pai ou alguém de lá, supor que o futuro da nação será determinado por uma profecia declarada por eles, basta ir no youtube e digitar "Ana Paula Valadão profetiza" e você vai perder as contas da quantidade de blefe profético vindo lá. Às vésperas do pleito eleitoral de 2014 foi publicado nas redes sociais um vídeo em que a Ana Paula Valadão profetiza a suposta vitória da candidata Marina Silva para presidência da república. Leia abaixo:

“Envie teu povo para toda parte desta sociedade e nós ousadamente declaramos que iremos sim para aquela área mais temida das trevas para que a nossa invasão venha mudar a história. Nós estamos indo Satanás para a política brasileira e as portas do inferno não prevalecerão contra a igreja do Senhor. Sai, vai pra fora Igreja, vai para os lugares mais escuros enviar a tua luz, é chegada a tua hora, é chegada a hora da igreja”.

      Com o resultado das eleições, e a derrota da candidata Marina Silva, fica novamente a reflexão sobre as muitas "profetadas" ditas e propagadas por aí.  O blogueiro Thiago Oliveira postou a matéria "Política, Profetada e Vergonha Alheia", e assim como eu e muitos, o sentimento que nos resta é sim de vergonha. É o que sempre digo, e isto aprendi na Palavra de Deus e na história da igreja: não mudaremos a nossa nação com atos proféticos, declarações de poder ou por uma batalha espiritual, e sim por uma vida reta, quebrantada onde Cristo deva ser o centro e as Escrituras Sagradas suficientes para nosso viver.

       Oliveira analisa:

      "A catástrofe da fala de Ana Paula Valadão começa quando ela pretensiosamente declara algo que não veio de Deus. É preciso ter muito cuidado com isso. Hoje, nos arraiais evangélicos, vemos diversas pessoas se levantando para dar uma palavra que, segundo elas, veio de Deus, quando na verdade não passa de um desejo pessoal externalizado. Isto é algo tão grave, que Deus condenou com a morte aqueles que profetizaram mentiras. Como está escrito:

Porém o profeta que tiver a presunção de falar alguma palavra em meu nome, que eu não lhe tenha mandado falar, ou o que falar em nome de outros deuses, esse profeta morrerá.” Deuteronômio 18:20.

         Diante deste messianismo politizado declarado no vídeo de Ana, Oliveira ainda disse:
"Uma outra coisa que me deixa perplexo é a falta de discernimento da ala evangélica de querer fazer da inserção cristã na política um fim em si mesmo. Sem falar, que essa postura gera um pressuposto perigoso para a vida da Igreja. Grudem, com bem mais propriedade, discorre sobre este assunto, e é com a sua fala que encerro a minha:

       “(...) procurar obrigar as pessoas a tornarem-se cristãs também tem a tendência de expulsar o verdadeiro cristianismo, pois remove da vida das pessoas a oportunidade de escolher voluntariamente seguir a fé cristã. Alguns terão fé autêntica, mas a maioria não. Como resultado, sociedades inteiras tornam-se ‘cristãs’, mas apenas de nome. (...) É uma influência que procura destruir o cristianismo”.
(Wayne Grudem, Política Segundo a Bíblia, pág 31)

        O site Gospel Mais também se manifestou. A colunista Raquel Elana, na matéria Ana Paula Valadão profetiza “vitória de Marina Silva” e vitória da Igreja sobre o Brasil… Essa não…, registrou o seguinte: 

         "Sim, ela fez de novo!" (...) [referindo-se a mais ato "profético" (grifo nosso)]
      "(...) de onde vem esta ideia talibã de que ter um presidente evangélico é vitória, conquista e expulsão de Satanás do Brasil?"

       "Se Marina ganhar, não poderá fazer nada sozinha, pois não é Messias e nem Salvadora da pátria. Em 4 anos de mandato não transformará o Brasil num paraíso livre de todos os seus problemas."

       "Deus tenha misericórdia desses fenômenos emocionais histéricos e dessa fixação pelo poder que nós evangélicos brasileiros temos. Outra coisa é esta mania de dizer que “agora sim chegou o tempo da igreja”. Não sei quanto a vocês, mas para mim e para outros milhares de milhões que labutam pelo mundo, este “tempo” já tá até passando."

     "Políticos evangélicos no Brasil não são novidade e nem implantaram o Reino de Deus durante seus mandatos. Como consta, a maioria enfrenta processos contra corrupção. Meu conselho é que Ana Paula parasse com esses mantras repetidos, essas necessidades emocionais de reafirmação de conquista e caísse na realidade de que para mudar o Brasil, é preciso confrontar o pecado no sistema através de ações. É preciso demonstrar compaixão a cada dia, e tratar com justiça o nosso próximo. Um vídeo deste só confunde e para alguém sensível e pensante, só fará mal. Especialmente se não for “evangélico”." E agora, Ana? Como você explica essa "derrota espiritual"?

     A lição que tiro é a seguinte: não adianta atirar profeticamente pra todo lado, e ao fim de cada decepção dizer que foi vontade de Deus. Pois Ele, o soberano, não muda de ideia.

***

(Thiago Oliveira é Pernambucano e cristão de confissão reformada. Graduado em História e pós-graduado em Ciência Política. Está cursando Teologia e serve como presbítero e professor de adolescentes na Igreja Evangélica Livre em Paulista-PE. Edita o blog Electus.)

(Raquel Elana, formada em Teologia, Pós Graduação em Jornalismo Político/ (Jornalista – MTb 15.280/MG) e Ministérios Criativos pelo IBIOL de Londres, é autora de 3 livros, entre eles: Anjos no Deserto - uma coletânea de testemunhos dos seus quase 10 anos de trabalho no Oriente Médio. Desde o ano passado está envolvida com o trabalho de atendimento aos refugiados da guerra civil da Síria.)

___ NOTA DE ESCLARECIMENTO DO SITE PÚLPITO CRISTÃO____

     Algumas pessoas tem dito que texto do colaborador Thiago Oliveira foi manipulado e tendencioso, pois, a Ana Paula não cita o nome de Marina Silva. Pois bem, vamos aos fatos:

       Ana e André Valadão foram militantes ativos da candidata pessebista. O próprio André postou em seu Facebook que Marina era resposta de oração. Agora falem: Quem responde as orações? Não seria Deus? Isto não é dizer que Deus estava colocando Marina como a "salvadora política do Brasil"? E tem mais: A qual oração ele se referia? A oração da Ana Paula, vinculada no artigo desta manhã, foi neste culto, e está totalmente ligada as palavras da falsa apóstola Valnice Milhomens. Basta assistir a partir de 57mim...após 1h7m (do vídeo na íntegra) Valnice diz claramente que Marina é a mulher da revelação que ela recebeu de Deus.

     Ocupar o território com políticos evangélicos é o desfecho da mensagem...em todos os âmbitos...do presidente ao deputado. Valnice disse que era para que se votassem nos "atalaias", logo no começo, falou que Marina sempre se encontrava com ela para orar e disse que é ótimo que políticos orem com os líderes espirituais do Brasil. Em seguida, vem aquela oração...totalmente amparada na "mensagem"...Bem...não dá para inocentar a líder do DT."

Nota do Blog: Mas diante de toda essa profetada, como saber se Deus ainda fala hoje? E como é possível ouvir e discernir a voz Dele? Para ouvir Sua voz hoje, é necessário ter sensibilidade ao Espírito Santo e sintonia perfeita para poder captar sua Soberana voz e vontade. Mas Suas Palavras são inerrantes, verdadeiras e acima de tudo, se cumprem!

Paz á todos que estão em Cristo e oremos meus irmãos para que esses homens e mulheres venham se arrepender e voltarem a temer ao Deus Todo Poderoso antes que seja tarde demais.

Prof. Saulo Nogueira

Atualização: Com a vitória da atual Presidente da República Dilma Roussef, a profetada da Valnice se tornou ainda mais evidente, demonstrando que sua visões se baseiam em especulações psicológicas e momentâneas e não na orientação do Senhor. Que essa mulher se arrependa e volte a proclamar a verdadeira Palavra do Senhor.